image Novidade no Facebook: live apenas com áudio image Como turbinar o seu post no Facebook e ganhar mais visibilidade

E-mail marketing: 5 tendências que você deve adotar em 2017

e-mail-marketing-5-tendencias-que-voce-deve-adotar-em-2017

Muita gente vive dizendo que o e-mail marketing está morto, mas não é isso que dizem as estatísticas.

De acordo com dados divulgados pela McKinsey, o e-mail marketing é 40 vezes mais eficaz em adquirir clientes novos do que as publicações do Facebook ou do Twitter. E mais: de acordo com VentureBeat, o e-mail é o canal que gera o maior ROI (Return Over Investment, do inglês Retorno sobre o Investimento) para os comerciantes.

Se você acha que uma boa estratégia de Marketing Digital pode se manter sem uma estratégia de e-mail marketing, está redondamente enganado. Porém, não vale mandar e-mail de qualquer jeito. É necessário estar de olho nas novidades e mudanças na forma de comunicar que tem feito dessa ferramenta um grande destaque na hora de gerar conversões.

Para te dar as dicas certas do que você pode fazer fazer para aproveitar os benefícios dessa incrível ferramenta que é o e-mail, separamos cinco tendências que você deve adotar em 2017 na sua estratégia de e-mail marketing. Confira abaixo quais são!

e-mail-marketing-5-tendencias-que-voce-deve-adotar-em-2017-1

1. Automatize sua estratégia de Marketing e e-mail marketing

Antes, criar e-mails automatizados era uma verdadeira tortura, dependia de uma boa dose de conhecimento técnico que não estava disponível a qualquer um. Hoje em dia, no entanto, essa realidade mudou por completo.

Qualquer um com um mínimo de disposição e com ferramentas acessíveis disponíveis na internet pode automatizar e-mails, gerando relacionamento com seus leads e clientes através de um fluxo automatizado. Essa automação poupa tempo e trabalho, permitindo que você foque em outras tarefas também importantes.

Ferramentas como Mailchimp, RD Station, Pipedrive, Yesware e outras, permitem que você crie e-mails personalizados – até no layout – e automatize um fluxo de envio de acordo com etapas pré-determinadas a partir da sua estratégia.

Além disso, você pode saber quando seu cliente ou lead abriu um e-mail, quais as estatísticas de aberturas e cliques e pode criar listas diferentes de acordo com perfis de leads ou clientes.

2. Crie e-mails personalizados

A Revolução Industrial nos trouxe a era dos serviços, produtos e comunicação em massa. Já o advento da internet nos trouxe a era dos serviços, produtos e comunicação personalizados, que entendem as necessidades e desejos exclusivos de cada cliente.

Você pode usar variáveis que coloquem o nome do seu lead ou cliente dentro do e-mail ou do campo assunto. Isso é fácil e viável por meio de ferramentas de envio de e-mails, como as ferramentas que citamos no primeiro item.

Segundo pesquisa divulgada pela Aberdeen, as mensagens de e-mail personalizadas melhoram as taxas de cliques em uma média de 14% e as conversões em uma média de 10%. E não é só isso: de acordo com pesquisa da Campaign Monitor, os e-mails com linhas de assunto personalizadas tem uma taxa de abertura 26% maior do que os demais e-mails.

e-mail-marketing-5-tendencias-que-voce-deve-adotar-em-2017-2

3. Seja relevante e objetivo

E-mails imensos não são lidos. E-mails com pouco conteúdo tem baixa taxa de conversão. O ideal é encontrar um equilíbrio: traga um conteúdo relevante de forma objetiva e você aumentará as chances de levar seu cliente a realizar a ação que você deseja.

Uma boa dica para aumentar sua relevância é segmentar seus e-mails, criando listas de leads  de acordo com o perfil, compras anteriores, interesses, dados demográficos e outras características que influenciam seus hábitos de compra e sejam importantes para sua comunicação.

Segundo a Campaign Monitor, os comerciantes observam um aumento de 760% na receita de e-mail de campanhas segmentadas.  De acordo com dados divulgados pela eMarketer, 81% dos compradores online que recebem e-mails com base em hábitos de compra anteriores têm maiores chances de fazer uma compra como resultado de um e-mail direcionado.

4. Ofereça algo em troca

Se você deseja aumentar o engajamento, a taxa de abertura e de cliques dos seus e-mails, ofereça sempre algo em troca. Pode ser um e-book, um material exclusivo, dicas gratuitas, newsletters, descontos ou participação em um webinar, por exemplo.

O assinante de sua lista precisa ver vantagem em participar. Se isso não acontecer, ele certamente pedirá para sair ou enviará sua imagem para a lista de spam, o que prejudica gravemente sua estratégia online.

e-mail-marketing-5-tendencias-que-voce-deve-adotar-em-2017-3

5. Entre na era mobile

De acordo ainda com a Campaign Monitor, um em cada três cliques dentro de um e-mail ocorre em um dispositivo móvel. Por isso, é primordial que seu e-mail seja responsivo, ou seja, que ele se adapte a telas de smartphones e tablets.

A fonte de seu e-mail precisa ser legível mesmo na tela de um celular e as imagens precisam ser leves e capazes de serem entendidas mesmo em tamanho reduzido. Tome cuidado, portanto, ao inserir imagens com muitos detalhes em seus e-mails, pois são potencialmente mais pesadas e menos adaptáveis a telas menores.

Você encontra templates e modelos de e-mail responsivos para enviar nas ferramentas de automação de e-mails mais populares e consegue criar um e-mail responsivo mesmo sem muito conhecimento em design.

E você, já tem uma estratégia de e-mail marketing? Está pensando em implementar, mas tem alguma dúvida? Comente aqui!

Se você quiser conhecer mais estratégias para conquistar clientes usando o Marketing Digital, confira nosso e-book gratuito Guia de Inbound Marketing para Empresas.

inbound-marketing-para-empresas

Você também vai se interessar por: