image Como produzir conteúdo para tornar sua Empresa referência na Web image Coloque sua empresa no Google com 5 dicas de Google AdWords Search

Gamificação no E-Commerce: conheça os benefícios dessa união

gamificacao-no-e-commerce-conheca-beneficios-dessa-uniao

Uma das maiores apostas do mundo digital é a gamificação no e-commerce — e para os apaixonados por jogos, o termo não é nada estranho, uma vez que foi dali que ele veio.

Essa estratégia é baseada no funcionamento dos games: estimulando e incentivando a interação do jogador (no caso, o cliente) com o jogo (o e-commerce).

Tudo isso de forma lúdica, fazendo com o que o processo seja mais agradável e motivador. Resumindo, gamificação é usar mecanismos de jogos, independentemente do ambiente, para incentivar alguém a fazer algo.

Gamificação no e-commerce na prática

Sempre atento às tendências, o e-commerce vem estudando a melhor forma de implementar a estratégia nas operações. E uma das aplicações em que a gamificação trouxe ótimos resultados foi na retenção e fidelização de clientes.

Apesar de não ser algo novo, programas de pontos/fidelidade são um bom exemplo. Hoje, muitas lojas têm parcerias com companhias aéreas, por exemplo. Assim, quando uma pessoa realiza uma compra, além de ganhar os pontos no cartão de crédito, ganha também pontos sobre aquele produto, que são creditados diretamente no programa de fidelidade.

Ao ganhar duas vezes, certamente o cliente se lembrará do benefício (e de você!) quando precisar realizar uma próxima compra.

Os programas de desconto funcionam da mesma forma: cativam o cliente ao dar um estímulo para realizar a compra e para retornar depois. A estratégia é fluida e não transmite a sensação de que você quer prender o consumidor; apenas agradá-lo.

A economia com ações de marketing para fidelização também é grande!

Sobre a conversão, o que se vê por meio dos programas de fidelidade e pontos é um aumento no ticket médio de cada cliente, que não se importa de gastar um pouco mais ao pensar nos ganhos.

Outra estratégia que ganhou espaço é a distribuição de emblemas que dão ao consumidor certos privilégios. Por exemplo, os clientes que opinam sobre todos os produtos comprados, recebem descontos exclusivos ou o direito de ter um perfil VIP.

Já o AliExpress fez um uso literal da gamificação: criou um jogo para seus clientes que, quando iam passando de fase, ganhavam cupons para usar no próprio site. Ao mesmo tempo em que vendia, retinha e entretinha o consumidor.

Os dois lados da balança

Todas essas estratégias buscam entregar algo tangível ao consumidor — e cabe a cada loja avaliar o que pode oferecer de melhor.

De nada adianta oferecer uma recompensa que não deixe claro quais as vantagens que ele vai obter. É preciso estimulá-lo a perseguir o caminho em busca delas. Lembre-se: gamificação se baseia em estímulo, encantamento e recompensas.

Mas é preciso ter em mente que o objetivo da gamificação no e-commerce é construir uma relação mais forte de cumplicidade com o cliente, que consequentemente vai gerar vendas — de forma que ele nem perceba que está comprando.

 

Quer saber mais sobre gamificação no e-commerce? Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Assine nossa newsletter e receba mais informações sobre esse e outros temas relevantes para varejo online!

eBook-Inbound-Marketing-para-E-Commerce

Você também vai se interessar por: