image Smarketing: Como alinhar o time de marketing com o de vendas? image Remarketing: você está aproveitando todas as oportunidades de vendas?

Quais as principais métricas de um e-commerce?

Não são apenas as redes sociais que necessitam de monitoramento para entendermos o quanto nossas campanhas digitais estão surtindo o efeito esperado.

 

No e-commerce, é de suma importância identificar oportunidades e analisar dados, para compreender os motivos que levam os visitantes até você, quanto tempo eles ficam em suas páginas e, principalmente, os motivos que os fizeram (ou não) comprar em seu e-commerce.

 

Para auxiliar nessa empreitada, reunimos neste post as principais métricas de um e-commerce, de maneira que você possa aplicá-las em seu negócio e entender o impacto de sua pagina para os consumidores. Confira!

1. Receita Capturada x Receita Aprovada

Distinção de dados que diz respeito a dois momentos peculiares na rotina de um e-commerce: o primeiro é aquela compra que, assim que efetivada, quebra o processo por recusa do cartão de crédito, tentativa de fraude ou a falta de pagamento de um boleto.

 

A Receita Aprovada, por sua vez, é o valor que impacta as receitas, pois são os pagamentos aprovados.

 

Assim, percebe-se uma significativa diferença entre ambas as receitas, o que serve também como indicativo para saber o quanto o seu negócio tem se desenvolvido e em quais etapas a gestão deve se atentar para evitar mais casos de Receita Capturada.

2. Números de pedidos e ticket médio

É importante ficar de olho se, na condução do seu negócio, você está gerando a receita aprovada desejada, mas também a quantidade de ticket médio necessária paraisso.

 

Em outras palavras: é preciso avaliar o custo operacional e o ticket médio, para entender se você tem um alto número de pedidos com ticket médio baixo – o que evidencia uma operação menos eficiente e de menor rentabilidade.

3. Taxa de conversão real

Todo gestor de e-commerce deve saber de onde vem o tráfego até o seu e-commerce, mas é tão importante quanto entender de onde surge a taxa de conversão real – principalmente, após analisadas as compras (se foram aprovadas ou não).

 

Com isso, tem-se um dado muito mais preciso a respeito do tráfego gerado para o seu e-commerce.

4. Taxa de compra e aprovação por meio de pagamento

Hoje em dia, não faltam modalidades de pagamento para facilitar a vida dos visitantes, como:

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Cartão de crédito;
  • Boleto bancário;
  • Débito on-line;
  • Intermediadores de pagamento (como PayPal, Moip, Pagseguro etc.).

Por meio das formas de pagamento, é possível também descobrir o método favorito dos consumidores, ir a fundo no entendimento dos seus hábitos e até mesmo o ticket médio do seu negócio – informações que ajudam a aprimorar ainda mais os seus serviços.

5. Cobertura de estoque

Entre as principais métricas de um e-commerce, a cobertura de estoque ajuda o gestor a identificar o valor médio para atingir a sua meta mensal, bem como analisar se o estoque é suficiente para isso.

 

Consequentemente, a gestão do negócio fica muito mais harmônica e precisa, evitando que se monte um estoque mais volumoso do que o necessário e que não faltem produtos para o envio no prazo.

 

Nessa análise, vale se atentar aos seguintes pontos também:

 

 

 

 

 

 

  • O custo doestoque total;
  • O número de produtos disponível e a quantidade em estoque;
  • A cobertura de estoque médio dos últimos 7 dias e sempre a do dia anterior.

Assim, o estoque ficará muito mais sob o seu controle.

6. Giro de estoque

Por fim, ao procurar as principais métricas de um e-commerce, avalie quais produtos não estão vendendo como o esperado, por meio do giro de estoque.

 

Para isso, crie um controle preciso do giro de estoque dos últimos 7, 30, 60, 90 e 120 dias. Dessa maneira, você consegue manter um bom monitoramento a respeito de quais produtos podem entrar em uma promoção, por exemplo, e quais podem até mesmo serem descontinuados do seu portfólio pela falta de interesse do consumidor.

Trabalhe sempre com as principais métricas de um e-commerce

Para complementar tudo aquilo que vimos neste post, visando manter um controle preciso das principais informações geradas pelo seu e-commerce, convidamos você a baixar o nosso material gratuito Inbound Marketing para e-commerce.

 

Trata-se de um guia completo para ajudar você a gerir com cada vez mais facilidades o seu negócio, sempre se alinhando às principais estratégias do marketing digital. Confira!

Você também vai se interessar por: