image Inteligência Artificial no Marketing Político: uma realidade que veio para ficar image Inteligência Artificial na Geolocalização: Benefícios e Aplicações na sua Empresa

    Inteligência Artificial no E-mail Marketing – Impacto de Alta Performance

    Inteligência Artificial no E-mail Marketing

    Se você envia e-mails e ninguém abre, deve pensar que esta estratégia de comunicação é ineficiente. Só que não. Há uma nova ciência por trás dessa ferramenta. Neste artigo você vai ver que o principal motivo deste avanço é a aplicação da Inteligência Artificial no E-mail Marketing. 

    Atualmente o mundo tem 4.037 bilhões de pessoas que utilizam o e-mail. Elas recebem 306,4 bilhões de mensagens por dia. O levantamento foi divulgado este ano pelo  Grupo Radicati, especializado em pesquisa de mercado.

    Segundo dados do ‘DMA Consumer Tracker (2020)’, 95% dos consumidores checam os e-mails todos os dias. Além disso, 46% acham que esta é a melhor maneira de entrar em contato com as empresas. Em segundo lugar, vêm as postagens em redes sociais, com 26% da preferência. Em terceiro lugar, aparecem o texto e o contato presencial, com 24%. Outra vantagem é a mobilidade. 61,9% das pessoas abrem e-mails pelo celular.

    Aí, você poderia perguntar: 

    Mas, e os resultados concretos, onde estão?

    Bom, de acordo com a pesquisa “Emailmarketing census” (2018), 61% das empresas afirmam que mais de 10% das vendas vêm do E-mail Marketing. 

    McKinsey & Company, considerada líder mundial em consultoria empresarial, afirma que o e-mail é quase 40 vezes mais eficiente que Facebook e Twitter na captação de novos clientes. 

    Por fim, citando novamente a DMA, o retorno sobre o investimento é maior que todas as demais estratégias de Marketing Direto. Em 2018 foi de aproximadamente U$ 32,28 para cada dólar investido.

    Sem dúvida, estes números mostram que uma boa estratégia de E-mail Marketing, associada a um Marketing de Conteúdo coerente, funciona.

    Agora, sou eu quem pergunta: por que seus e-mails não dão resultado?

    5 Dicas para Turbinar a Inteligência Artificial no E-mail Marketing

    Inteligência Artificial no E-mail Marketing

    De nada adianta escrever um ótimo texto ou fazer uma tentadora promoção se o cliente não abrir o e-mail, não é mesmo? Foram tempo e dinheiro jogados no lixo, ou na Caixa de Spam.

    Isto é, não poderá haver ajuda produtiva da Inteligência Artificial no E-mail Marketing se o próprio e-mail não apresentar condições mínimas de atratividade. 

    Portanto, vou enumerar aqui 5 dicas essenciais para você calibrar a sua estratégia.

    Dica 1 – Gere Expectativa

    Se você quer puxar uma conversa com alguém, precisa ser convincente e cativante. Por mais que os sistemas estejam automatizados, o e-mail fala com pessoas, não com robôs. 

    É bom lembrar que o título atraente gera expectativa, que não pode ser frustrada. Ou seja, o conteúdo do e-mail precisa entregar o que o assunto vende. Caso contrário, soa propaganda enganosa, o que pode ferir gravemente a imagem da empresa.

    Dica 2 – Tenha Utilidade

    Em seguida, verifique se esta conversa está sendo dirigida a quem realmente quer ouvir você. Isto é, segmente sua base de contatos por perfis de interesses e preferências. É bom conhecer as objeções também, para evitar rejeições desnecessárias. 

    E-mails de bom desempenho são aqueles que, para as pessoas, parecem ser vantajosos, que despertam curiosidade ou que oferecem uma experiência proveitosa e prazerosa.  

    Ninguém está com tempo para jogar conversa fora. Vá direto ao ponto e diga como o e-mail será útil para o cliente.  

    Dica 3 – Seja Consistente

    Você já ouviu falar que o sucesso da TV está no hábito? Pois é isso mesmo. Para as pessoas, a regularidade é determinante para se estabelecer um bom relacionamento.

    Por isso, tente manter um padrão. Quer dizer, tenha um layout básico que possa ser identificado instintivamente. Só de bater o olho o cliente vai saber que é você.

    Sustente uma frequência de envios, para o cliente saber que – naquele dia e hora – você vai chegar com uma boa notícia para ele. 

    Não mude de remetente toda hora. Assim fica difícil criar relacionamento. O ideal é ter um só. E mais, que ele possa desenvolver empatia com o cliente.

    Dica 4 – Seja Sincero

    Ponha CTA (Call To Action) no seu e-mail. Se você deseja que o cliente faça alguma coisa, diga para ele com clareza.

    Seja participar de uma promoção, responder a uma pesquisa, clicar em um botão. Enfim, qualquer chamamento para ação deve ser sincero. Evite transparecer segundas intenções. 

    Importante, coloque o CTA logo na primeira dobra do corpo do e-mail. Isso porque, se for do interesse, ele nem precisará ler todo o e-mail para converter. 

    Dica 5 – Faça Destaques

    Na correria do dia a dia as pessoas não têm tempo nem paciência para ficar lendo tijolaços de textos longos e complexos. Use palavras conhecidas, frases e parágrafos curtos.

    A maioria das pessoas passa os olhos no e-mail. Dá aquela checada básica para saber do que se trata e, se não chamou a atenção, descarta a leitura.

    Então, destaque – com negrito, por exemplo – os termos centrais da sua mensagem. Isso facilita a leitura dinâmica e ajuda a identificar com rapidez os pontos de interesse.

    Tomando esses 5 cuidados, o e-mail reduzirá significativamente a taxa de rejeição. 

    Como Funciona a Inteligência Artificial no envio de E-mails

    Inteligência Artificial no E-mail Marketing

    Os maiores objetivos aqui são aumento da taxa de conversão e maior rentabilidade, certo? 

    Porém, o sucesso do e-mail depende diretamente da qualidade do direcionamento da mensagem. Vale lembrar que os dados que embasam a segmentação não chegam somente do cadastro de clientes, mas também do histórico de navegação.

    E é neste ponto que a Inteligência Artificial faz toda a diferença. Por meio do monitoramento na Internet, ela permite que saibamos quais são as preferências e as aversões de cada cliente. Independentemente do volume de dados.

    Com isso, os e-mails que outrora eram genéricos e impessoais, ganham personalidade e se adaptam a características cada vez mais singulares.  

    As ferramentas também conseguem determinar quais pontos do e-mail despertam maior interesse dos leitores. Isso promove uma incrível melhoria de desempenho.

    Disparos no Ritmo de Cada Um

    Como foi dito anteriormente, é fundamental manter uma frequência de envios. A questão é saber qual padrão impacta melhor na taxa de abertura de e-mails: um dia, uma semana, quinze dias?

    As ferramentas de I.A. conseguem determinar esse intervalo de acordo com a geolocalização e o perfil comportamental de cada destinatário. Dependendo da pessoa, um e-mail por semana é pouco e um por dia, muito. Sabendo o ritmo de cada um, pode-se evitar incômodos e rejeições. 

    A Inteligência Artificial atua também sobre o teor dos e-mails. Ela rastreia os textos similares e indica o desempenho deles. Com base nesta comparação, o redator pode adotar as mesmas estratégias de conteúdo que já provaram ser bem sucedidas. 

     

    Em resumo, este é um trabalho que exige técnica e extrema atenção a detalhes muito relevantes. Todas estes fatores somados contribuem para um E-mail Marketing de alta performance.

    E você, quer saber mais? Fale com a gente. Nós da Onflag Negócios Digitais queremos ajudar você a otimizar resultados tanto de conversão como de rentabilidade dos seus e-mails.