image 5 ferramentas de marketing para sua Loja Virtual aumentar as vendas image Como e por que investir em Facebook Ads para E-Commerce

8 Erros que impedem sua Empresa de captar clientes na Internet

8-erros-impedem-empresa-captar-clientes-na-internet

O marketing digital pode ter chegado com alardes de tendência passageira, mas em pouco tempo mostrou-se disposto a revolucionar a maneira de enxergarmos os negócios na internet.

E muitos empreendedores pegaram carona na popularidade do marketing digital, mas, após algumas tentativas, veio a frustração.

Afinal de contas, o que você fez de errado?

No marketing digital, estratégia e ação devem ser planejadas com o máximo de assertividade. Por isso, selecionamos 8 erros comuns aos empresários, em suas tentativas de captar clientes na internet. Confira!

1. As redes sociais não são utilizadas corretamente

Para que as buscas dos usuários as levem para as soluções do seu negócio, é necessário fazer um amplo trabalho estratégico de otimização das suas páginas. Ou seja: identificar as palavras-chave relevantes para o seu segmento, e dar volume a elas nas publicações.

Mas isso não é o suficiente.

As redes sociais devem ser o elo entre você e os consumidores e clientes em potencial. Por isso, além da periodicidade nas publicações, o conteúdo deve ser relevante e conduzir o usuário ao seu site ou blog.

E, embora seja interessante essa integração entre suas páginas, sempre abastecendo o seu público-alvo com conteúdos cativantes, você também deve aprender a divulgar a sua marca pelo Facebook.

Uma boa maneira para isso é utilizar o Facebook Ads, uma ferramenta de publicidade da rede social de Zuckerberg que ajuda você a:

• Direcionar suas campanhas para um público com potencial de se interessar por ele;

• Compreender o comportamento dos usuários, permitindo ajustes nas campanhas para que gerem melhores resultados.

Você já tem utilizado o Facebook Ads na sua empresa? Quais foram os resultados até agora?

2. O seu público-alvo não foi definido ainda

Imagine que não definir o seu público-alvo é uma ação similar a pegar um alto-falante e anunciar, a plenos pulmões, o seu produto em praça pública.

Na internet é a mesma coisa. Há quem encontre, ocasionalmente, o seu produto ou serviço. Da mesma maneira que esgoelar promoções no alto-falante pode vir a interessar um consumidor.

Mas é possível ser muito mais assertivo, basta definir o seu público — ou, como ficou conhecido nas estratégias de marketing digital: persona.

A persona é o perfil do seu público definido. Suas preferências e hábitos de consumo, principalmente. Pois, a partir deles, há um alinhamento entre as equipes de marketing e de vendas, direcionando a sua mensagem diretamente para quem quer ouvi-las.

3. O conteúdo produzido não é relevante

Como já dissemos, a produção de conteúdo deve, além de ser relevante, direcionar os seus usuários ao que a sua empresa tem a oferecer.

Afinal de contas, é isso que faz com que mais pessoas cheguem à sua empresa, gerando mais visitas orgânicas às suas páginas, e estabeleçam um relacionamento com você durante toda a jornada de compra deles.

Importante para todo tipo de comércio, seja ele físico ou um e-commerce, o conteúdo criado é um dos principais elementos da sua estratégia de marketing digital. Vale se atentar profundamente nele.

4. Não está gerando leads

Mais um termo popularizado com o marketing digital, gerar leads significa transformar as visitas nas suas páginas em oportunidades de negócio.

Isso porque o mercado mudou muito, ultimamente. Sabia que 90% dos consumidores pesquisam on-line, antes de realizar uma compra?

Daí, a importância de um marketing de conteúdo qualificado e de já ter em mãos as respostas que o consumidor busca sobre determinado serviço ou produto. Ao buscar por você, fornecer os seus dados e voltar constantemente às suas páginas, você tem muito mais chances de gerar o desejado lead.

5. Suas landing pages não são otimizadas

O botão “fale conosco”, hoje em dia, é praticamente um convite ao fim da conversa.

Exageros à parte, você só vai manter o interesse do cliente em todas as etapas do funil de vendas enquanto ele acreditar que você pode fazer algo por ele. Isso implica, além de promoções, em landing pages otimizadas.

Tem se tornado comum, portanto, empresas darem demonstrações gratuitas dos seus produtos — muito presente em softwares novos, por exemplo —, ou em uma avaliação gratuita do seu serviço.

Tudo isso permite que o cliente em potencial aprofunde o seu contato com você. É uma maneira de fisgá-lo para, enfim, induzi-lo à compra.

6. O e-mail marketing não está sendo levado a sério

Fortaleça a sua lista de e-mails por meio do interesse dos usuários, mas não a partir de listas de e-mails compradas.

A prática pode ser muito negativa à imagem da sua empresa, porque:

  • O usuário não permitiu o envio de e-mails da sua empresa;
  • Em vez de oportunidade de negócio, você pode se tornar conhecido como spam pelos usuários, que sequer vão abrir os seus e-mails;
  • Listas compradas, muitas vezes, não possuem reputação confiável, o que dificulta o envio de e-mails.

Foque no fortalecimento da sua marca, e com pessoas que realmente queiram ouvir o que você tem a dizer ou oferecer.

7. O seu foco não está no volume de usuários

É comum que, à medida que não analisamos adequadamente os resultados das campanhas realizadas, nos percamos, sem saber de onde vem os melhores resultados.

Isso faz com que as empresas continuem investindo pesado no Facebook, por exemplo, quando a galinha dos ovos de ouro é, na verdade, o e-mail marketing.

Com um bom pacote de Web Analytics, você aprende a verificar melhor as métricas, onde ajustar e onde focar os seus esforços, tempo e investimento.

8. As métricas observadas não traduzem vendas

Muitos empreendedores ficam felizes em observar uma publicação receber diversas curtidas. Mas, aqui, cabe a pergunta: foi efetivo para vendas?

Isso gera a sensação errada de que os negócios estão bons, quando, na verdade, essas interações são, apenas, interações.

Foco, portanto, em analisar os seguintes dados, mês a mês:

  • Quantidade de visitantes únicos;
  • Quantos leads foram gerados;
  • Quantos clientes foram adquiridos no período.

Com isso, você direciona o olhar para informações que sinalizam melhor os resultados do seu negócio. Mas não desanime: as curtidas e interações são fundamentais para que seus clientes vejam você como referência.

Quer saber um pouco mais sobre como o marketing digital pode atrair mais clientes para o seu negócio? Entre em contato conosco e descubra como um bom tráfego on-line e outras técnicas de inbound marketing podem colocar o seu empreendimento na primeira página do Google!

Marketing Digital de Resultados: Como captar clientes pela internet

Você também vai se interessar por: