image 5 tendências de marketing para você aplicar na sua empresa em 2017 image Inbound Commerce: o grande aliado para você vender mais

Growth Hacking: o que é e como isso pode ajudar a sua empresa

growth-hacking-o-que-e-e-como-isso-pode-ajudar-a-sua-empresa-a-ter-mais-visibilidade

Todos os dias vemos pipocando diversas dicas, ferramentas e táticas para auxiliar as empresas a terem uma maior notoriedade no mercado.

Com a urgência da internet, que torna tudo extremamente mais rápido, a marca que quiser ter mais destaque deverá estar totalmente antenada a todas as novidades.

Conhecer todas as possibilidades que o marketing digital oferece hoje em dia não é mais vantagem, e sim obrigação. É praticamente impossível separar o offline do online. E, já é constatado que a empresa que investe na web alcança seus objetivos de modo muito mais efetivo.

Para o seu negócio ter uma atuação mais efetiva no mundo digital, o Growth Hacking é um conceito muito interessante e funcional.

Não faz ideia do que é Growth Hacking? Não tem problema, vem com a gente que você aprende.

O que é Growth Hacking?

Não existe uma tradução exata para o termo mas, segundo Sean Ellis, o criador, o Growth Hacking é o marketing orientado a experimentos.

A prática consiste em encontrar brechas ou gatilhos, que ao serem acionados, promovem um crescimento acelerado.

Mas, como assim?

Vamos explicar de uma maneira mais objetiva.

Imagine você que o Growth Hacking existe para fazer crescer o número de usuários de um produto ou serviço, utilizando um método testável, como os testes A/B, e escalável com base em métricas de conversão.

Posso trocar o marketing pelo Growth Hacking?

Essa é uma pergunta muito comum, já que ambas ferramentas servem para o mesmo fim, aumentar o crescimento da empresa.

Embora tenham o mesmo propósito final, uma não pode, de maneira nenhuma, ser substituída pela outra.

Elas se complementam, pois, enquanto o Growth Hacking serve para aumentar o crescimento de um determinado produto ou serviço, o marketing abrange a empresa como um todo, focando em diversas áreas diferentes.

growth-hacking-o-que-e-e-como-isso-pode-ajudar-a-sua-empresa-a-ter-mais-visibilidade-1

O que um profissional precisa ter para ser um Growth Hacker?

Os profissionais que trabalham com Growth Hacking precisam, além de serem extremamente focados em resultados e métrica, conhecer algumas áreas que fazem parte do desenvolvimento do trabalho. São elas:

  • Psicologia do Consumidor – conhecer como os consumidores se comportam é um dos fatores mais importantes para poder planejar ações que possam alavancar as vendas. Entender os processos mentais que levam à decisão de compra acaba se tornando um grande trunfo nas mãos de um profissional de Growth Hacking.
  • Tecnologia de Marketing – como já dissemos ali em cima, o marketing anda lado a lado com o Growth Hacking, é através dele que técnicas são estabelecidas e o foco é direcionado para um determinado aspecto da empresa. Seja para alavancar as vendas de determinado produto, lançar uma ação nova no mercado ou viralizar algum tipo de campanha.
  • Processos – essencial para definir o ponto de partida e o ponto de chegada. É com eles que a empresa consegue ter uma visão ampla de seus resultados. Na parte de processos é onde se aplicam testes, como os testes A/B, que servem para mensurar qual opção de um mesmo anúncio é mais atraente para o público baseado em taxa de conversão.

Além de todas essas habilidades citadas, também é muito importante que o Growth Hacker tenha muita criatividade. Visto que o mercado está em constante mudança e o comportamento do consumidor também passa por transformações o tempo todo.

Poder inovar e sugerir novidades é sempre bom e torna a sua empresa diferenciada dentre tantas outras, porque afinal, a mesmice cansa e causa desinteresse.

growth-hacking-o-que-e-e-como-isso-pode-ajudar-a-sua-empresa-a-ter-mais-visibilidade-2

Como posso usar o Growth Hacking para melhorar os resultados da minha empresa?

Uma das coisas que precisamos esclarecer antes de tudo, é que muita gente acredita que gerar uma imensidão de acessos a um blog ou site é o principal objetivo do Growth Hacking.

Claro que gerar tráfego é muito importante, mas o principal dessa ferramenta, é transformar realmente os acessos em conversão para vendas e, consequentemente, aumentar o volume de faturamento de uma empresa.

Então, para conseguir atingir esse objetivo, você deve pensar da seguinte maneira: muitas das pessoas que acessam o seu site/blog estão vendo ele pela primeira vez e você precisa conquistar esse público, para que eles se transformem em visitantes engajados.

Muitas estratégias antes da criação do Growth Hacking trabalhavam apenas com a atração de clientes, agora as empresas têm ferramentas suficientes para trilhar um caminho e conduzir o cliente até a etapa final, que é realmente a concretização da venda e a geração de receita.

Para isso, é necessária a criação e execução de algumas etapas, que resultam no funil de Growth Hacking:

  • Aquisição de clientes – é o momento onde a sua empresa precisa produzir conteúdo de qualidade para poder atrair e engajar leitores.
  • Ativação – quando você consegue conquistar o leitor, ele provavelmente irá voltar a visitar o seu site e a partir daí é necessário definir estratégias para poder capturar de vez esse lead. Seja incentivar o cadastramento em uma lista de e-mail ou o download de algum conteúdo gratuito disponível. Mais uma vez falamos aqui sobre a produção de conteúdo de qualidade.
  • Retenção – esse pode ser determinado como o passo mais importante do Growth Hacking. Até aqui, ok, você atraiu pessoas, fez com que ele voltasse mais uma vez no seu site, mas, será que ele realmente está fidelizado ao seu site? Através de relatórios de acesso e métricas, você consegue mensurar como está o engajamento das pessoas com a sua plataforma. Não se anime se a pessoa voltar 2 ou 3 vezes, para a retenção realmente funcionar, é necessário que a mesma pessoa retorne, pelo menos, 20 vezes.
  • Recomendação – já ouviu aquele ditado que a melhor propaganda é a boca a boca? Justamente, fazer as pessoas recomendarem a sua empresa é uma das melhores maneiras para conquistar cada vez mais público. Por isso, falamos novamente, ter o foco em produção de conteúdo de qualidade abusando de estratégias de SEO fazem com que as pessoas saiam utilizando o site da sua empresa como referência.
  • Faturamento – aqui é a conclusão de todo o trabalho de Growth Hacking. Ao executar todas as etapas acima com sucesso, o faturamento é consequência. Nessa etapa o seu cliente já está engajado, confia na sua marca e, com certeza, irá consumir o que você tem pra vender. Mas, não se acomode com isso.

Procurar novas maneiras de melhorar o seu relacionamento com o cliente é sempre um jeito de manter ele cada vez mais interessado.

Nos dias de hoje, onde vale tudo para se aproximar do cliente e conquistar mercado, usar e abusar do Growth Hacking é uma ótima estratégia para poder trabalhar melhor ações de marketing e com isso mensurar os resultados.

E aí, ficou craque nessa técnica?

Você sabe que além de trazer sempre as novidades do mercado de marketing digital, a Onflag também faz questão de produzir conteúdos de qualidade para deixar os nossos leitores cada vez mais por dentro de táticas de Inbound Marketing.

Por isso, disponibiliza um e-book feito especialmente sobre assunto, que pode ser baixado gratuitamente aqui

Compartilhe com seus amigos o aprendizado de hoje e conte aqui nos comentários o que você achou deste artigo.

inbound-marketing-para-empresas

Você também vai se interessar por: