image Criação de Sites: saiba como um Site faz sua Empresa se destacar image 11 Dicas para criar um Site que seus clientes vão adorar

Uma Página no Facebook pode substituir um Site? Veja a resposta.

facebook substitui site?

Com o crescimento acelerado do Facebook nos últimos anos, muitas empresas viram na Rede Social uma oportunidade de expor sua marca e alcançar um grande público ainda inexplorado. De fato essa é uma realidade que vem trazendo ótimos resultados para quem realiza um bom trabalho no Facebook.

Porém, algumas empresas vem desenvolvendo um pensamento preocupante: voltar as atenções para sua Página no Facebook e não se importar com o Site da empresa.

Descubra os principais motivos para não fazer do Facebook o principal cartão de visitas do seu negócio.

Sua empresa no controle

Manter o principal cartão de visitas da sua empresa embasado em um serviço gratuito não é bom negócio. Pelo fato de ser um serviço de terceiros, o Facebook pode alterar suas regras e influenciar sua estratégia de branding e comunicação.

Nada garante também que o Facebook manterá sua hegemonia durante muito tempo. Se sua empresa estiver embasada na Rede Social, terá que começar do zero novamente.

Não será encontrada pelo Google

Sua empresa não ser encontrada pelo Google é um fator muito limitante para sua estratégia de Marketing Digital. Não aparecer nos resultados do buscador apresenta um série de pontos negativos para seu negócio, destacamos dois fatores importantes abaixo:

  • Mantendo a Página do Facebook como principal base online do seu negócio você não terá um domínio com autoridade para o Google e demais motores de busca, mesmo após anos de mercado, pois todo o material publicado como links, notícias e compartilhamentos irão apontar para o Facebook e não para um endereço exclusivo do seu negócio.
  • A Página do Facebook apresenta problemas de indexação, pois todo o conteúdo ficam em abas e, dentro das abas, em iFrames. O Google não considera essa estrutura relevante, mesmo que o conteúdo esteja otimizado, não será indexado pelos motores de busca. Isso significa que raramente as pessoas irão chegar até sua página fazendo uma pesquisa no Google: você estará invisível para todos os clientes em potencial que procuram seus produtos ou serviços pelo buscador.

Credibilidade e profissionalismo

A internet vai muito além do Facebook. É grande o número de pessoas que não acessa o Facebook, seja porque não gosta de Redes Sociais, seja porque prefere outras Redes como LinkedIn, Twitter, Instagram.

Ao fazer do Facebook seu principal canal de comunicação na Web, estará atingindo apenas uma parcela do mercado e dispensando um grande público em potencial que não frequenta as Mídias Sociais. Ao criar um Site, é possível desenvolver uma identidade visual para seu negócio, estabelecendo personalidade à marca, transmitindo profissionalismo e credibilidade aos clientes.

Os usuários se sentem mais seguros em preencher formulários e realizar compras em um website bem apresentável tendo em vista que muitas pessoas não gostam de fazer essas ações no Facebook por conta da privacidade.

Conteúdo limitado

Além do conteúdo produzido dentro da Rede Social não ser indexado pelo Google, sua produção é limitada, pois não é possível fazer textos ilustrados, com linkagem interna para manter o usuário navegando entre seus conteúdos, tudo subdividido em categorias.

Como alternativa a empresa poderia criar um blog externo para produzir seu conteúdo. Porém, já estaria a um passo de fazer um Site: bastaria colocar o contato e uma página do produto para ter website oficial da empresa.

Sem recursos de personalização

Sua empresa pode criar diversos elementos visuais criativos para a Página mas sempre estará amarrada ao layout padrão do Facebook. Isso que dizer que a identidade visual estará limitada ao formato padrão da Rede que volta e meia passa por mudanças.

Readequar parte do conteúdo para o novo formato a cada mudança gera custos e pode até diminuir a performance da página.

Análise mais completa

Em um Site além do controle pleno sobre o conteúdo, você também terá todas as informações relevantes em relação ao tráfego gerado.

É possível identificar qual é a fonte de tráfego que traz mais leads para a empresa, a permanência dos usuários em cada página do Site, qual a palavra-chave melhor posicionada que trouxe mais visitantes ao Site entre outras métricas que podem ser analisadas

Com a ferramenta Google Analytics é possível consultar tudo isso em tempo real e traçar diagnósticos muito completos para obter novas ideias de como gerar oportunidades de vendas.

 

É fundamental ressaltar que o Site não exclui a necessidade da empresa de marcar presença nas Mídias Sociais, tendo o vista o grande potencial das Redes em aproximar-se do público. Porém, trata-se apenas de uma parte da estratégia de Marketing Digital que estará concentrada no recurso principal que conecta todos os canais de relacionamento com o cliente: o Site.

Sua empresa já tem um Site? Pretende desenvolver um Site em breve? Conte nos comentários suas experiências ou expectativas em ter um endereço online e ampliar seu mercado!

Entenda como criar um site sem erro

Você também vai se interessar por: