image Criar um site ainda vale a pena e traz benefícios?

O que é Marketing de Conteúdo?

Quer se comunicar com o seu potencial cliente de uma forma eficaz? Entenda o que é marketing de conteúdo e o que ele pode fazer por sua empresa!

O meio digital proporcionou um campo muito mais amplo para que empresas possam se destacar. Com uma estratégia bem-feita, um pequeno negócio pode concorrer com gigantes do mercado. É só observar como jovens companhias, usando apenas marketing de conteúdo e um excelente atendimento, conseguiram se destacar e fidelizar clientes.

Para quem nunca ouviu falar, marketing de conteúdo pode parecer complicado. Afinal, é preciso ter atenção a uma série de detalhes para que a estratégia tenha resultados. Além disso, afeta a empresa por completo — da forma como ela se comunica com o cliente até as cores que usa em sua marca.

Entenda agora o que é marketing de conteúdo e o que não pode faltar na sua estratégia:

Afinal, o que é Marketing de Conteúdo?

É uma estratégia de atração e retenção de clientes por meio de conteúdo relevante e bem construído. Mais do que apenas palavras, o marketing de conteúdo lida com a identidade da empresa no meio digital — embora essa mesma estratégia possa ser aplicada no offline.

Por ser um processo tão importante em todo o marketing digital, o marketing de conteúdo não é feito de maneira aleatória. Sua empresa pode até participar de alguma trend ou usar memes, mas tudo é feito estrategicamente. Aqui, a intenção é buscar uma conexão real com seu público a ponto de que ele enxergue personalidade na sua empresa.

Então, vem a dúvida: O que seria conteúdo?

Conteúdo é tudo aquilo que sua empresa produz. Textos, vídeos, imagens, podcasts, ilustrações e posts são alguns exemplos. Até mesmo a sua identidade visual pode ser vista como parte do conteúdo, já que ela transmite uma mensagem e tem o objetivo de gerar identificação com seu consumidor-alvo.

Principais objetivos do Marketing de Conteúdo

Como visto, o marketing de conteúdo deseja oferecer conteúdo realmente relevante ao seu público. Desta forma, ele precisa estar alinhado ao segmento da empresa, mesmo que trate de assuntos que, em um primeiro momento, não pareçam relacionados. 

Uma empresa de aluguel de vestido de noiva, por exemplo, pode dar dicas de como escolher o melhor buffet para o casamento. O importante é que esse conteúdo seja importante para o seu potencial consumidor e que esteja relacionado ao campo de atuação da sua empresa.

É essencial ter em mente que o seu consumidor tem uma dor e sua empresa é capaz de resolvê-la. O conteúdo, portanto, vai mostrar por que sua empresa é a mais preparada para lidar com essa questão, e não a concorrente.

Etapas do Marketing de Conteúdo

 

 

Está interessado em investir no marketing de conteúdo para sua empresa? Veja como dar os primeiros passos:

Planejamento

Quando se fala em estratégia, nada é feito sem planejamento. Com o marketing de conteúdo, não seria diferente — afinal, trata-se da comunicação da sua empresa com o público de uma forma humanizada.

O planejamento ajudará sua empresa a decidir:

  • Objetivo da estratégia de marketing de conteúdo;
  • Canais de comunicação;
  • Tom de voz da marca;
  • A persona.

Outros aspectos também são essenciais na hora de fazer o seu planejamento estratégico de conteúdo:

  • Elaboração de um briefing; 
  • Imersão nas necessidades, produtos e serviços do cliente;
  • Definição de métricas e KPIs para mensuração dos resultados;
  • Instalação de um processo de governança para alinhar o marketing de conteúdo às estratégias da corporação.

Persona

A definição de persona é um dos pontos mais importantes do marketing de conteúdo. Isso porque ela permite que a empresa fale com muito mais precisão ao seu público — que, aliás, deixa de ser um público-alvo para se tornar um indivíduo.

Há uma série de pontos essenciais para a criação de uma persona, que a tornam um indivíduo único, com suas particularidades:

A persona vai além de uma definição demográfica ou de faixa etária; ela tem nome, idade e até profissão! Veja o que não pode faltar na sua:

  • Dados demográficos (nome, sexo, idade, orientação sexual, estado civil);
  • Dados geográficos (onde mora, quantidade de pessoas na residência);
  • Dados psicográficos (valores, atitudes e estilo de vida de seu consumidor);
  • Principais veículos de comunicação utilizados pelo consumidor;
  • Horas de consumo diário de internet;
  • Principais dores desse consumidor — e como sua empresa pode ajudar a resolvê-las.

É comum que uma empresa tenha mais de uma persona. Contudo, é preciso se limitar à criação de três perfis para não se perder na estratégia.

Gestão e criação de conteúdo

 

 

Com o planejamento e a persona criados, é hora de decidir os temas dos conteúdos e os canais em que eles serão distribuídos. É essencial que, independentemente do tema, o texto esteja adaptado aos diferentes formatos. Mesmo que a empresa precise manter seu tom de voz em toda a estratégia, a comunicação feita no LinkedIn é completamente diferente daquela feita no Instagram.

É fundamental que os conteúdos tenham relevância e que, se possível, façam parte de um storytelling da marca.

Os conteúdos também podem aparecer em diferentes formatos: e-mails, podcasts, redes sociais, blogposts, e-books, infográficos e vídeos, por exemplo.

Outro fator importante é saber como distribuir esses conteúdos. Muitas vezes, a empresa deseja estar presente em todos os canais disponíveis, mas não consegue dar conta de lidar com todos eles. O ideal é falar onde sua persona está e, quando possível, ampliar seu escopo de atuação.

Monitoramento de resultados

Toda estratégia de marketing de conteúdo tem um tempo para ser analisada. Com o conteúdo distribuído e a interação dos usuários em um determinado período, é o momento de analisar se a estratégia trouxe os resultados esperados. 

É aqui que entram as métricas e os indicadores-chave de desempenho (KPI). Eles são essenciais para descobrir se os números alcançados estão de acordo com o desejado. Portanto, é preciso mensurar a estratégia por completo, em cada detalhe, para descobrir o que funciona ou não para sua empresa. Assim, é possível conhecer o público com mais profundidade e oferecer além do que ele espera.

Como visto, uma estratégia de marketing de conteúdo é bem completa — ela vai do estudo do seu cliente ideal até a análise sobre interações em um determinado período. Pode parecer complicado, mas você não precisa fazer tudo sozinho.

Nós podemos te ajudar. Entre em contato com a Onflag e faça um diagnóstico.